Foi preso homem que matou duas mulheres em Glória do Goitá

Foi preso nesta segunda-feira (07), Edson Candido Ribeiro, de 35 anos, acusado de estuprar e matar duas jovens em Glória do Goitá, Pernambuco. Edson estava foragido da polícia há oito dias.
Por Anthony Lima, da Rede SPE, em Pernambuco.
Em oito dias de intensa operação policial, as buscas pelo criminoso de 35 anos, Edson Candido Ribeiro, se encerraram nesta segunda-feira, após a polícia ter negociado com os parentes de Edson, sua rendição. A polícia foi até a casa dos parentes do suspeito, com um mandado de prisão, e fizeram sua captura. Diferente do local onde a polícia inicialmente estava fazendo todas as buscas, Edson foi preso pela PM na cidade de Caruaru, região agreste do estado.

O caso foi amplamente divulgado pela mídia pernambucana, que passou dias cobrindo o ocorrido e trazendo novas informações sobre o paradeiro do suspeito de ter matado as duas jovens.

Durante os oito dias de buscas intensas em Glória do Goitá, a polícia obteve forte apoio com a utilização de drones e um helicóptero que sobrevoou toda a região, com o objetivo de capturar o quanto antes Edson Candido.

Quem são as vítimas?

A primeira vítima de Edson, foi Kauany Maiara Marques, de 18 anos, ela já tinha se relacionado com o acusado. Kauany estava desaparecida desde o dia 29 de janeiro, ela foi encontrada com diversos sinais de violência, na comunidade de Capuchinho.

A segunda vítima de Edson, foi Jailma Muniz da Silva, de 19 anos. Edson, encontrou Jailma, na madrugada do dia 31 de janeiro em uma lavoura, levando o café da manhã para sua mãe, ele pegou a jovem, a estuprou e matou, deixando seu corpo às margens da Rodovia PE-50.

Agora capturado pela Polícia, Edson vai ser julgado pelas atrocidades cometidas contra as duas jovens.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem