Sidnei Piva, presidente da Itapemirim, afirma que empresa voltará a voar em breve

Foto da aeronave certificada da Itapemirim / Reprodução Itapemirim
Anthony Lima, da Rede SPE, em Pernambuco.
Presidente da Itapemirim, afirmou em entrevista ao jornal O Estado de São Paulo, que todas as atividades operacionais da ITA Linhas Aéreas, que estão atualmente suspensas, voltarão a funcionar em breve e todos os passageiros serão atendidos.

Desde a última sexta-feira (14), a Itapemirim está com todos os voos suspensos após uma empresa terceirizada chamada de Orbital, ter decidido paralisar todas as atividades de atendimento ao público nos aeroportos, alegando falta de pagamento por parte da companhia aérea, por conta disso a ANAC suspendeu imediatamente o Certificado de Operador Aéreo da Empresa, e acabou de decretar de vez a paralisação por tempo indeterminado da ITA.

Segundo Piva, a causa dos problemas que tiraram a empresa do ar foram provenientes das áreas operacionais, e a Orbital, empresa terceirizada, deveria operar todos os serviços para a Itapemirim até o dia 10 de janeiro, mas acabou optando por paralisar antes, no dia 17 de dezembro, por situações insustentáveis.

Por conta das falas do presidente da Itapemirim, Rubens Filho, que é presidente da Orbital, informou ao jornal O Estado de São Paulo, que todas as alegações que Sidnei repassou a impressa, são mentira, e que a empresa (Orbital) segue atendendo todos os clientes afetados pela paralisação da companhia, mesmo sem saber se vai receber pelos serviços prestados nesses períodos.

ITAPEMIRIM está reembolsando passageiros

No site oficial www.voeita.com.br a empresa aérea informou que mais de 7 milhões de reais foram reembolsados a mais de 26 mil passageiros da empresa, totalizando 56% das pessoas que foram prejudicadas com a paralisação. 

A ITA também informou que os valores estão sendo estornados diretamente para a fatura do cartão de crédito em um prazo de até 7 dias.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem